Dicas de como entrevistar uma babá

Dicas de como entrevistar uma babá

Hoje o Casaecafe.com vai te auxiliar com dicas para a entrevista de uma candidata à babá.

Primeiramente, vamos te orientar na melhor forma de contratá-la.

Desta maneira, seguem a seguir nossas sugestões para encontrar uma babá para cuidar

do seu filho e compartilhar de sua vida familiar.

O que devo procurar em uma babá?

A princípio, relacione o que você precisa e quais são as suas prioridades.

Antes de tudo, seja se ela tem que ter noções médicas básicas?

Depois avalie se há experiência anterior com bebês?

Também, decida se ela ira cozinhar e cuidar da roupa do bebê?

Além de ler, escrever e falar bem para contar histórias e fazer relatórios?

É sempre bom ter alguns critérios predefinidos para se guiar ao começar sua busca.

Por exemplo, pode ser que apareça alguém muito interessante,

mas que não possa dormir no emprego.

Assim, se esta é uma de suas necessidades, não abra mão,

porque ela vai continuar existindo e você vai acabar com um problema a mais no futuro.

Confiança, pontualidade e eficiência são qualidades fundamentais para exercer esse tipo de trabalho.

Por isso a candidata deverá chegar à entrevista na hora marcada e,

já ter consigo todos os documentos e referências apropriados para lhe repassar.

Documentos como identidade, CPF e carteira de trabalho devem ser os originais,

Assim como, o ideal é que a candidata apresente pelo menos duas referências.

Como conduzir uma entrevista com babás?

Comece perguntando coisas básicas para quebrar o gelo,

como onde ela mora e se demorou para encontrar a sua casa,

já que ela provavelmente estará mais nervosa do que você.

Tenha papel e caneta acessíveis para fazer as anotações que julgar pertinentes

(como os dados profissionais ou telefones de contato).

Procure um lugar tranquilo para conversar sem interrupções ou crianças brincando.

Por mais que você queira saber como ela interage com seu filho,

é preferível se certificar primeiro de que a candidata parece ser quem você procura.

Pergunte abertamente e da maneira mais clara possível tudo o que quiser saber.

Se está curiosa para ver como ela reagiria ao choro constante do bebê,

pergunte exatamente isso, em vez de sair pela tangente com observações do tipo

“às vezes meu filho chora um pouco”.

Não deixe de considerar também se a pessoa vai continuar

sendo adequada para ficar com o bebê quando ele crescer.

Já que o tempo passa rápido e as necessidades e cuidados de

uma criança de 2 anos são bem diferentes dos de com um recém-nascido.

Mais algumas dicas:
  • Tente não se dispersar na hora da entrevista e passar dez minutos só falando do trânsito da cidade ou da temporada de chuvas.
  • Insista se achar que a resposta para alguma pergunta não foi satisfatória e pense em outras maneiras de questionar a mesma coisa.

* Lembre-se de que entrevistas são uma via de mão dupla

então dê oportunidade para que a candidata fale e tire suas dúvidas também.

Quanto mais conversarem, mais chances você terá de conhecer o jeito da pessoa.

Tem problema que meus filhos estejam presentes na entrevista?

Se por um lado é interessante observar como seus filhos reagem à candidata a babá,

por outro as crianças podem acabar atrapalhando o papo e dificultando uma conversa mais franca.

Conforme mencionado acima, converse primeiro a sós e depois,

se gostar mesmo da pessoa, chame as crianças mais velhas ou

traga o bebê para ver como é o contato entre eles.

Não vale a pena perder tempo e apresentar as crianças para uma

desconhecida que não será quem vai ficar com elas no final das contas.

Posso fazer uma experiência antes de contratar uma babá com carteira assinada?

Sim, pela lei brasileira você pode contratar alguém por um período determinado,

o chamado tempo de experiência,

e só depois registrar definitivamente a pessoa.

O tempo de experiência também precisa ser registrado em carteira.

Ao combinar o trabalho, deixe claro que você quer primeiro fazer

uma experiência de 30 dias, por exemplo, antes de contratá-la de vez.

Não deixe também de já combinar como será o esquema de folgas e férias.

É recomendável formalizar todos esses detalhes em um contrato simples

(não precisa de assinatura em cartório).

O período de experiência pode ser renovado, até o limite total de 90 dias.

Dê ouvidos aos seus instintos.

Se, finalizado o tempo de experiência, você não achar que é a pessoa certa

para cuidar do seu filho, pague o que deve e comece tudo de novo.

Como saber ao que ela tem direito?

Qualquer empregado doméstico tem direito a registro em carteira de trabalho,

INSS, FGTS, férias e horas extras.

O cadastro precisa ser feito pelo site eSocial (http://www.esocial.gov.br),

que contém guias para recolher os impostos, modelos de contrato etc.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *